Brook Preloader

De Twiggy a Jackie Kennedy: as lições de beleza dos anos 60

De Twiggy a Jackie Kennedy: as lições de beleza dos anos 60

Ah, a década de 60! A gente até suspira de amores por uma década que revolucionou os padrões de beleza e trouxe figuras icônicas nas quais nos inspiramos até hoje quando o assunto é fashion & beauty. A época foi marcada por mulheres fortes como Jackie Kennedy, Twiggy, Brigitte Bardot e, claro, a musa Audrey Hepburn.

Do melhor do mood sessentinha, herdamos os cabelos curtinhos, as sobrancelhas grossas e o clássico delineado gatinho (aka delineado mais amado do mundo). Tá curiosa para saber quais outras lições de beleza dos anos 60 a gente usa em pleno ano de 2020? A gente te conta!

Leia também: 5 tendências de beleza dos anos 90 para usar nos dias de hoje

Cabelo pixie

Sabe aquele cabelo que marca uma geração? Pois é, o pixie haircut foi assim. As mulheres vinham de anos em que as características bem femininas, como as cinturas marcadas e cabelos ultra modelados em ondas eram a regra.

Na virada para os anos 60, o pixie – cabelo bem curtinho e desfiado – ganhou espaço e virou febre. Muitas mulheres deixaram os fios mais longos de lado e aderiram ao curtinho prático e descolado. Fala sério, isso é tão anos 2020!

Máscara de cílios na última potência

Alô, Twiggy! Obrigada pela trend, amiga. A atriz, modelo e cantora britânica eternizou os cílios bem alongados, separados e curvados, que se assemelham aos de uma boneca. Essa maquiagem ficou tão marcada à modelo que, até hoje, é conhecido como os “cílios da Twiggy”. Quem aí também acha que essa foi uma tendência acertada, hein?

Delineado gatinho

Esse dispensa comentários, né? O delineado gatinho, esse mesmo, que a gente usa e abusa em todas estações do ano, faça chuva ou faça sol, teve seu reinado absoluto lá na década de 60. Brigitte Bardot apostava no traço bem grosso e puxado. Te lembra alguém essa moda?

Se você pensou em Amy Winehouse, estamos na mesma página. É claro que a cantora está no nosso imaginário recente dos anos 2000, mas ela usou e abusou da tendência sessentinha e, daí, não teve mais jeito. O gatinho estava eternizado.

Tira uma dúvida nossa aqui, o combo delineado gatinho + bocão vermelho também é queridinho por aí? A gente ama.

Baby bangs

A dona dessa tendência é ninguém mais, ninguém menos que Audrey Hepburn. A musa apareceu com a franja bem curtinha e aí não teve jeito. As mulheres aderiram, é claro! Afinal, quem iria contra o ícone de beleza da época?

Mas é claro que, além de ser um estilo de cabelo usado por figuras famosas no auge dos anos 60, o corte ganhou espaço porque, além de lindo, era super inovador. Hoje em dia, as baby bangs fazem sucesso absoluto entre as fashionistas por todo o mundo.

Sobrancelhas grossas

Sim, as sobrancelhas grossas, como as que vemos hoje em dia, tiveram seu debut lá na década de 1960. Audrey Hepburn, mais uma vez, quebrou os padrões da época e foi uma das primeiras a usar as sobrancelhas cheias.

Nos últimos anos, depois de um longo período com sobrancelhas bem finas e angulosas, resgatamos o visual mais cheio. Cara Delevigne é uma das mulheres que, hoje em dia, esbanja as sobrancelhas grossas e cheias por aí.

Leia também: Sobrancelhas: confira como elas evoluíram através do tempo

Imagens: Reprodução | Pinterest