Brook Preloader

Os problemas de pele mais comuns durante a gravidez e como tratá-los

Os problemas de pele mais comuns durante a gravidez e como tratá-los

Durante a gravidez, as mulheres precisam lidar com muitas transformações no corpo, e a pele não fica de fora. Algumas das maiores queixas são em torno do aparecimento de estrias, melasma e acne.

Para entender melhor sobre as mudanças e os problemas de pele mais comuns na gravidez e tirar algumas dúvidas, conversamos com a médica dermatologista Raquel Carvalho (@raquelmcarvalho_derrmato). Confira o bate-papo:

Cuidados com a Pele na Gravidez

Make You: Quais são os principais cuidados com a pele, cabelos e unhas na gravidez?

Dra. Raquel: Durante esse período tão especial, o uso de dermocosméticos deve ser feito com cautela. Alguns produtos e medicamentos possuem substâncias que podem ser nocivas ao feto. Por isso, é importante passar com um dermatologista para ajustar a rotina de skincare. Apostar em óleos corporais e hidratantes é um bom início.

Make You: Muitas mulheres grávidas reclamam do aparecimento de manchas na pele, o melasma. É possível prevenir o aparecimento dessas manchas? E como tratá-las?

Dra. Raquel: As alterações hormonais causadas pela gestação podem desencadear o quadro de melasma, que é uma hiperpigmentação da pele. O maior fator de risco para piora das manchas é a radiação solar, portanto, o tratamento baseia-se em evitar a exposição aos raios UV, usar protetor solar com FPS >30, além de proteção física como viseiras, bonés e roupas com proteção UV. Também existem dermocosméticos clareadores liberados para uso durante a gestação.

Outra característica do organismo feminino, durante essa fase, é o escurecimento de regiões como mamilos, a linha alba e vulva, mas que tendem a desaparecer após a gestação e também existem tratamentos clareadores.

Leia também: Manchas na pele: tipos, cores e o que pode ser

Make You: O mesmo acontece em relação a acne. É possível amenizá-las durante o período da gestação? Pode-se tomar algum medicamento?

Dra. Raquel: Muitas mulheres usam anticoncepcional antes da gestação e, a maioria deles, possuem ação antiandrógena, que reduz a oleosidade da pele e acne. Quando retiramos essa medicação para a programação da gestação podem ocorrer quadros de acne. As mudanças hormonais durante o período gestacional também podem levar ao surgimento de cravos e espinhas. Com muita cautela, conseguimos tratar, já que existem medicamentos seguros e eficazes para esses quadros.

Make You: Quais outras doenças de pele são comuns durante o período gestacional?

Dra. Raquel: Durante o período gestacional existem muitas doenças de pele que podem surgir e, na maioria das vezes, são autolimitadas. As mais comuns são: melasma, acne, bromidrose (suor com odor desagradável), estrias e dermatites. Outras possíveis patologias, que merecem maior atenção, são: erupção polimórfica da gravidez, herpes gestacional e prurido gravídico.

Leia também: 3 rituais de skincare práticos para as mães

Make You: Por que em algumas mulheres aparecem muitas estrias durante a gravidez e em outras não? Tem como prever o aparecimento delas?

Dra. Raquel: As estrias são cicatrizes que aparecem após um estiramento maior da pele, ocorre um rompimento das fibras colágenas e elásticas responsáveis pela elasticidade e sustentação da pele. Na gestação, há uma distensão da pele para acomodar o crescimento do bebê, levando possivelmente ao surgimento de estrias.

Elas podem variar a coloração desde rosadas, arroxeadas a brancas. As estrias recentes tendem a responder melhor aos tratamentos. Além da gestação, os fatores de risco mais importantes são: histórico pessoal ou familiar da condição e pele clara (caucasianos).

Make You: O que fazer/usar para prevenir o aparecimento de estrias durante a gravidez? Existe tratamento ou procedimento efetivo para eliminá-las?

Dra. Raquel: Usar e abusar de óleos e cremes hidratantes, evitar o ganho de peso em excesso. Se mesmo assim elas surgirem, existem tratamentos efetivos quando realizados precocemente. Sugiro iniciar logo após o parto, associando ácidos/dermocosméticos e procedimentos em consultório: laser CO2, laser Erbium, microagulhamento, mmp e drug delivery.

Make You: Existe um momento específico em que a mulher gestante deve procurar um médico dermatologista ou é importante ter um acompanhamento durante toda a gravidez?

Dra. Raquel: Sem dúvidas, o dermatologista deve ser consultado logo no início da gestação, para alinhar a rotina de pele e produtos utilizados. Ao decorrer da gravidez, a gestante pode procurar o médico dermatologista caso surjam alterações de pele ou necessite de acompanhamento.

Leia também: Como fechar os poros do rosto: 7 cuidados em casa + tratamentos com dermato