Brook Preloader

Dia Internacional da Mulher: 5 projetos feitos por mulheres para você conhecer já

Dia Internacional da Mulher: 5 projetos feitos por mulheres para você conhecer já

No próximo domingo, dia 08, comemoramos o Dia Internacional da Mulher, que é tão importante e diz muito sobre as conquistas femininas através dos anos. Para quem não sabe, o primeiro dia da mulher aconteceu nos Estados Unidos, em 1908 quando 1500 mulheres decidiram sair em uma manifestação pelos seus direitos. Mas foi só em 1977 que a Organização das Nações Unidas reconheceu o dia 08 de março como o Dia Internacional da Mulher.

Através dos anos, as mulheres têm lutado dia após dia, de mãos dadas, para conquistarem posições de igualdade em vários aspectos sociais e profissionais. Nunca se abordou tanto o tema ‘soridade’ – aliança entre mulheres em busca de ideais em comum – e por isso, listamos 5 projetos feitos por mulheres para mulheres para você conhecer neste Dia Internacional da Mulher.

Mulheres que inspiram

O Mulheres que Inspiram nasceu no final de 2014, no instagram, através da empreendedora Priscilla Adduca, com a missão de inspirar. O projeto reúne e comunica conteúdos sobre empreendedorismo, escolhas conscientes, instinto, bem-estar, com o intuito de inspirar e incentivar mulheres a seguirem suas paixões.

O Mulheres que Inspiram já entrevistou mais de 300 mulheres que decidiram seguir seus sonhos e trilhar caminhos que as fizessem mais felizes e realizadas.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Mulheres que Inspiram (@mulheresqueinspiram) em

Clique aqui e conheça mais o Mulheres que Inspiram.

Escola de Você

Desenvolvido pelas jornalistas Ana Paula Padrão e Natália Leite, em 2014, o Escola de Você tem como propósito contribuir para a aprendizagem e empoderamento das mulheres, através do desenvolvimento pessoal e profissional.

As mulheres que quiserem, podem fazer o curso – que funciona à distância – gratuitamente, na distribuição de tempo que melhor fizer sentido e ainda garantir um certificado de curso de extensão pela Universidade de Brasília.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Escola de Você (@escoladevoceoficial) em

Clique aqui para ver mais sobre a Escola de Você

Mapa do acolhimento

O Mapa do Acolhimento é um programa que assiste mulheres de todo o Brasil que precisam de ajuda psicológica ou jurídica, através de psicólogas e advogadas voluntárias. O programa nasceu em 2016, quando um estupro coletivo, no Rio de Janeiro, gerou revolta e mostrou a incapacidade do Estado em combater a violência contra a mulher. Em um mês de projeto, o Mapa do Acolhimento já tinha milhares de mulheres em busca de atendimento.

O programa chegou aos 26 estados brasileiros mais ou Distrito Federal, em 2018. Recentemente, no ano passado, o Mapa do Acolhimento conseguiu arrecadar recursos que irá possibilitar uma tecnologia que permite automatizar encaminhamentos e cadastros de novas voluntárias.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Mapa do Acolhimento (@mapadoacolhimento) em

Para conhecer mais sobre o Mapa do Acolhimento, clique aqui. 

Rede Asta

A Rede Asta foi fundada em 2005 pelas sócias Alice Freitas e Rachel Schettino com o propósito de estimular artesãs brasileiras a desenvolverem soluções sustentáveis no reaproveitamento de resíduos e a se tornarem empreendedoras através da arte do artesanato.

Alice fez uma viagem para a Índia para acompanhar alguns negócios sociais que aconteciam no país e se aproximou do trabalho feito a mão pelas artesãs locais. Daí, tirou a ideia de empreender socialmente aqui no Brasil, em parceria com a Rachel. Desde a sua criação, a Rede Asta já impactou milhares de mulheres que mudaram suas histórias através do artesanato.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Rede Asta (@rede_asta) em

Clique aqui para conhecer mais a Rede Asta.

Américas Amigas

A Américas Amigas é uma ONG fundada em 2009 com a missão de reduzir a taxa de mortalidade por câncer de mama entre as brasileiras. A ONG trabalha diretamente na doação de mamógrafos, exames de prevenção e diagnóstico, como mamografia e ultrassom e também promove iniciativas de conscientização e, claro, prevenção do câncer de mama. Dentro das ações, a Américas Amigas consegue ajudar milhares de mulheres – principalmente em vulnerabilidade social – na detecção precoce da doença. De 2009 até os dias de hoje, já foram 23 mamógrafos doados pela ONG, em 13 estados brasileiros diferentes.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Américas Amigas (@americasamigasoficial) em

Clique aqui para ver mais sobre a Américas Amigas.

Leia também: Beleza e Autoestima: como a Maquiagem influencia na autoestima da mulher

(Por Jéssica Cipriano)