sócios make you andre van dijk e joao hannud

making of noiva make you
Quando começamos a Make You, com um time de fundadores complementar e liderada administrativamente por homens, tínhamos claro o tamanho do desafio do mercado que estávamos nos colocando. Não queríamos ser uma plataforma aberta, buscar números astronômicos e esquecer que, por trás daquele número, há uma pessoa, uma experiência e, principalmente, uma busca por cuidar de si mesmo. Não queríamos ser uma empresa focada 100% em tecnologia, tanto pelo perfil dos sócios quanto pelas aberturas que tínhamos.

A nossa missão é um espelho do que somos como pessoas, e acredito, pelas experiências passadas, que o caminho para o sucesso fica muito mais fácil quando a proposta de valor da empresa é fidedigna à essência dos empreendedores que a constroem. A construção dos Valores são legítimos e verdadeiros, deixando de ser uma mensagem na parede ou slide na apresentação.

O que nos trouxe até aqui foi a busca incessante por cuidar dos nossos valores e propósitos, o que, muitas vezes, nos fez optar por escolhas como, por exemplo, se ater a apenas 02 (dois) serviços, se limitar a atender apenas alguns bairros da cidade de São Paulo, e expandir aos poucos, com a certeza de que a cada passo que dávamos estávamos zelando pela nossa essência.

“Nós materializamos nos atendimentos o que temos como maior motivação na nossa empresa: levar mais cores, mais vida, felicidade, cuidado e carinho, com o intuito de despertar em todas as nossas clientes o sentimento de amor próprio e auto estima”

Ao longo dos últimos 2 anos, entre fundos e fundos, percebemos que estávamos desambientados entre números astronómicos e a obsessão pela escala. Nos colocamos em cheque algumas vezes e até chegamos a finalizar um estudo para pilotar a empresa.

Entre nosso quadro de fundadores e sócios, sempre tivemos que equilibrar os pratos para segurar a cabeça startupeira que muitas vezes invalida bons negócios pela pressa, superficialidade e o sonho grande. Estes, se não bem administrados, mais servem de distração às tarefas e objetivos necessários para chegar lá, ou pior, trazem consigo grandes expectativas, que na maioria das vezes geram o sentimento de frustração.

Olhando nossos concorrentes, por muitas vezes indagamos o quanto nosso caminho neste mercado em específico (make & hair) era o correto, pois estes, com grande destaque, tinham a proposta de oferecer vários tipos diferentes de serviços, porém sem o trabalho de curadoria pesado que a Make You oferece. Surpreendentemente, alguns concorrentes cessaram com o mercado de Make & Hair no mesmo mês em que batemos o ponto de equilíbrio, mesmo que em toque de expansão e crescimento. E, fixados pela entrega de qualidade, nos provamos corretos com a nossa proposta de criar uma empresa que facilitasse a vida das pessoas, em uma via de mão dupla entre o cliente e o profissional.

João Hannud e Andre Van Dijk

Pelo caminho que escolhemos, se ater aos nossos valores se mostrou uma decisão assertiva. A consolidação do nosso negócio prova que o direcionamento estava correto, o que possibilitou cumprir nossa primeira etapa: sermos reconhecidos como uma empresa que entrega qualidade e cuida de cada cliente de forma única.

A consciência e consistência dos valores se constroem expondo-os e colocando-os em cheque. Não tenha medo, se seus valores transmitirem sua essência ao pé da letra, a constante avaliação só irá reforçá-los.

E, por isso, hoje podemos dizer que a tomada de decisões cuidando de nossos valores foi a melhor escolha que fizemos.

João Hannud

Write a comment:

*

Your email address will not be published.