Brook Preloader

Nova década vem aí! Confira as mudanças na maquiagem e nos penteados através dos anos

Nova década vem aí! Confira as mudanças na maquiagem e nos penteados através dos anos

Em poucos dias diremos tchau para 2019 e entraremos – com o pé direito, claro! – em uma nova década: alô, 2020! Já pararam para pensar nisso? Pois é, por aqui estamos bem ansiosos com o que os próximos 10 prometem, principalmente quando o assunto é beleza. Mas como não podemos prever ó futuro (ainda), que tal darmos uma viajada no passado, mais especificamente nos últimos 100 anos, para vermos como a maquiagem e os penteados mudaram com o passar das décadas? Ficou curiosa para saber? Então confira abaixo!

Antes de começarmos a nossa retrospectiva, olha só o vídeo lançado pela Cut, em que retrata com muita delicadeza e, em pouco mais de 1 minuto, as transformações na beleza brasileira nos últimos 100 anos!

Década de 1910

Os anos 1910 foi marcado por uma beleza mais feminina e natural. Os cabelos eram mais curtos e eram penteados para ficar com mais volume. Na make, o pó branco era o preferido pelas mulheres que combinavam com batom vermelho envernizado.

Década de 1920

Os anos 1920 deu os primeiros indícios de independência feminina. Os batons começaram a aparecer em formato coração e a cor preferida seguiu sendo o vermelho, apesar de outros tons também aparecerem. Quem aparece também é a máscara de cílios que é combinada com sombras escuras. O cabelo segue em comprimento mais curto e com bastante acessórios.

Beleza de Greta Garbo na década de 1920

Década de 1930

Conhecida com o década do glamour, as mulheres usavam maquiagens com muita máscara de cílios para deixar os fios ainda mais  volumosos e curvados (a novidade de 1928 foi o curvex). Aqui a cor foi oficialmente inserida na make, as sombras eram escuras e as sobrancelhas eram bem finas e arredondadas. Sabe quem continuou reinando na década de 30? Ele mesmo, o batom vermelho! No cabelo, ondas bem modeladas com todo o glamour que a época permitia.  Ah, em 1930 foi quando surgiu o pancake – ainda lembram dele, né?

A beleza de Anita Page

Década de 1940

Os clássicos anos 1940 trazem a diversidade e as maquiagens passam a ser usadas de acordo com o gosto pessoal, mas é claro que alguns itens apareciam com o queridinhos pelas mulheres: é vez das máscaras de cílios ou cílios postiços e lábios delineados pelos batons. Falando em lábios, a cor da década foi o beterraba. Os cabelos cresceram e passaram a ser usados com divisão lateral. Aqui no Brasil, a beleza teve grande influência de Carmem Miranda, com muitas cores e acessórios no cabelo.

Carmen Miranda era referência de beleza em 1940

Década de 1950

Nos anos 1950 o New Look de Christian Dior e o estilo pin-up reinaram e a máxima era a feminilidade. A beleza foi inspirada em divas do cinema como Marilyn Monroe, Sophia Loren, Audrey Hepburn e de modelos como Brigite Bardot com maquiagens marcadas pelo delineador líquido com o famoso delineado gatinho, cílios postiços e pó compacto. Os cabelos voltam a ser mais curtos e ondulados.

Marylin Monroe lançou o combo delineado gatinho e batom vermelho

Década de 1960

Nos anos 1960 começaram a aparecer com mais frequências os cuidados com a beleza, o que nós chamamos (e amamos!) hoje de skincare. Entre os ícones de beleza da época, estava a modelo Twiggy que exibia as principais tendências da década: os cílios enormes, com muita máscara de cílios, sombras e delineador – todas as atenções para os olhos. O cabelo voltou a crescer e as franjas eram hot trends.

Olhos marcantes de Twiggy

Década de 1970

Na década do movimento hippie que levou o lema “paz e amor” para o mundo todo, a beleza ficou um pouco mais simples, principalmente na maquiagem que passou a ser mais natural com destaque para o gloss labial. Os cabelos variaram de estilo: iam desde black power, até os cortes em camadas e repicados.

Farrah Fawcett foi uma das musas do ano 1970

Década de 1980

Girls just wanna have fun! A década de 80 foi pura diversão e exageros, com muitas cores, cintilância e brilhos na maquiagem, principalmente nos olhos. Os cabelos eram volumosos e soltos, mas também teve espaço para o gel e mousse. As sobrancelhas nessa época eram grossas e cheias.

A cantora Madonna protagonizou a beleza da década de 80

Década de 1990

Na década de 90, o mood cosmopolita chegou com tudo para ficar e ditou as tendências de beleza. A maquiagem saiu do exagero oitentinha entrou na onda minimalista e, no assunto cabelo, o loiro liso e comprido reinou.

Kate Moss era ícone de beleza na década de 90

Década de 2000

Na virada do século, tanto a moda quanto a beleza aparecem mais democráticas mas, claro, com suas tendências. Aqui no Brasil o símbolo de beleza era Gisele Bündchen. A maquiagem continuou mais natural e a atenção para os cuidados com a pele aumentou – era o início da era skincare. Os cabelos permanecem com lisos e as mechas passam a fazer sucesso.

A beleza natural de Gisele Bündchen dos anos 2000

Década de 2010

Chegamos nos dias de hoje e eu nem preciso dizer que a beleza segue super democrática e natural, né? A ideia hoje é de usar o que te faz sentir bem. Na maquiagem, a pele passou a ser o principal cuidado, os BB cream e os iluminadores ganharam espaço e os cabelos voltaram a ser mais curtos, com o corte long bob aparecendo como o queridinho por muito tempo.

Kendall Jenner faz sucesso com a beleza natural e os fios curtos

Leia também: Sobrancelhas: confira como elas evoluíram através do tempo