Manter uma rotina de tratamentos no cabelo é super importante para que os fios fiquem fortes e saudáveis, não é mesmo? É pra isso que temos o famoso cronograma capilar que é composto pelas máscaras de hidratação, nutrição e reconstrução. Para saber melhor como funciona cada tratamento e para quê são mais indicados, batemos um papo com Marcos Proença, nosso diretor criativo. Confira!

Leia também: Marcos Proença dá 4 dicas para quem está em busca do cabelão

Hidratação

A hidratação é aquele tratamento curinga que, independente do tipo de cabelo ou então do tipo de agressão que o cabelo recebe, precisa ser feita com uma rotina legal. A hidratação é super poderosa e deixa o cabelo macio, brilhoso e com aspecto leve. Segundo o cabeleireiro, “a hidratação é para devolver a água do cabelo, é quando cabelo está bem ressecado e até quebradiço. Ele precisa receber a água que foi perdida.”

Reconstrução

Para os fios que são agredidos diariamente com o ar quente do secador ou então com prancha e babyliss e são expostos à bastante química precisam de reconstrução. A fibra dos fios, nesse caso, vai ser recuperada. “Você vai basicamente devolver a massa que o cabelo perdeu” explica Proença. O cabeleireiro ainda lembra que este tipo de tratamento pode ser feito em casa, mas que, na maioria das vezes, é mais seguro fazer no salão.

Nutrição

Pro diz que a nutrição é super importante para os cabelos ondulados e cacheados, já que nesses tipos de cabelo, a oleosidade natural do cabelo nem sempre consegue chegar até as pontas do fio. Esse tipo de tratamento costuma ser feito com óleo, mas o cabeleireiro chama atenção para a diferença entre esse tipo de óleo usado no tratamento e o óleo que é produzido pelo cabelo quando os fios tendem a ser oleosos. “Os óleos usados na nutrição são vegetais, hidrossolúveis, ou seja, eles saem com a água no processo de lavagem.”

E aí, agora que já entenderam direitinho a diferença entre os três principais tratamentos capilares, que tal começar o seu cronograma?